domingo, setembro 18, 2005

....Não entendo....

A todos os que me vão ler e contemplar com os seus comentários queria apenas explicar que estou neste momento a dar os meus primeiros passos no mundo da "blogosfera" e que a criação deste blog tão básico me irá ajudar a "libertar" os meus sentimentos....
Então cá vai a primeira tentativa....

...Não entendo....

Não consigo encontrar em mim uma explicação plausível para o que está a acontecer connosco....
Não entendo como é possível alguém, que um dia me disse que não me queria perder, ser capaz de agir comigo desta forma!
Não entendo que tu permitas que eu viva em agonia, sem pelo menos me deixares perceber o porquê....
Não entendo como é possível já ter passado um mês e nada ter sido esclarecido entre nós

...não entendo.... tanta coisa....

Não entendo o que pretendes... será que queres que eu esgote as minhas forças e acabe por perder a vontade de saber o que se passa contigo?
Não entendo se queres mesmo perder uma amiga sem lhe explicares o porquê????

Não entendo se tu te apercebes que as tuas atitudes me têm magoado muito....
Não entendo se te dás conta que quanto mais tempo passa, mais marcas vão ficando...
Não entendo que mais posso fazer para continuar com a minha maturidade, tentando falar contigo....
Não entendo se tu pensas que eu teria o direito de saber o que está por trás de tudo isto; afinal uma relação a dois deverá ser conduzida por ambas as partes....
Não entendo como desejas continuar a nossa amizade se pura e simplesmente não me falas nem me deixas aproximar....

...Não entendo....

Não consigo entender aonde tudo isto poderá chegar, ou melhor, tenho medo só de pensar....
Não entendo que mais posso fazer para tentar que tu fales comigo....
Não entendo porque me tratas de uma forma tão brusca...
Não entendo o teu silêncio,
Não entendo a tua distância,
Não entendo aonde queres chegar
Não percebo se realmente estás interessado em esclarecer alguma coisa comigo....
Não entendo se estás arrependido de alguma coisa....

Não sei se te conheço....
Já nem sei se me conheço....

Não sei o que pensar...
De repente sinto-me uma adolescente, perdida na vida, sem saber porquê....
Não percebo se devo deixar de te incomodar....
Não entendo se a minha persistência te poderá ajudar....
Mas também não percebo como vou conseguir viver sem saber o porquê deste desfecho... de quem foi a culpa, se é que existem culpados ...
Não entendo se devo encerrar o 1º capítulo da nossa história!

Se dizes que eu vou entender o teu comportamento, não entendo porque razão não me deixas entender-te!!!!
Não entendo se ainda confias em mim
Ou se ainda irás acreditar em mim!!!
Não entendo se tu saberás que eu sou uma pessoa tolerante e compreensiva!

Não entendo se estás a fugir....
Não percebo se queres ficar....
E eu??? Aonde paro no meio de tudo isto????

Não entendo o hoje....
Não entendo se amanhã terei a mesma vontade de entender...
Não entendo até quando vou aguentar esta situação!

Não entendo o que ainda precisas para falares comigo
Coragem? Verdade? Vontade?
Não entendo se terás receios,
Se precisarás de mais segurança? Mais certezas?
O que precisarás?
Não entendo se me estás a pôr à prova!
Não entendo se tudo isto será uma estratégia....
Não entendo os teus objectivos...
Quererás chegar ao vazio?

Não percebo se me odeias,
Não entendo o que sentes por mim...
Mas entendo bem o que ainda sinto por ti
E percebo claramente o que representas para mim!!!!

Não entendo, apesar de toda esta situação, como é possível
continuar apaixonada e
desejar-te como sempre,
Não entendo se percebes isso....

Nunca imaginei vir a conhecer esta tua faceta

Tu....
Conseguiste pôr de novo um sorriso na minha boca
Conseguiste a minha dedicação, o meu amor, a minha sincera amizade
Conseguiste fazer-me acreditar em ti,
Que tudo era possível!!!
Conseguiste fazer com que voltasse a acreditar no amor
Conseguiste pintar o meu céu de azul....
E conseguiste pôr o sol a brilhar novamente na minha vida,
Será que queres desperdiçar tudo isto????

Não entendo porque não me dás uma oportunidade para te dizer tudo isto pessoalmente...

E tu? Será que tu me entendes?
E....
será que TE entendes???

3 comentários:

Å®t_Øf_£övë disse...

Porquê?

Porquê Porquê????
Espero que o teu nick não seja uma tentativa de encontrares respostas para tudo aqui no mundo da blogosfera, porque não o vais conseguir. Principalmente no que ao amor diz respeito. Por esta blogosfera costuma-se falar muito de amor, mas no fundo ninguém consegue defini-lo...
Não entendes o amor?
Pensa que o amor só é amor quando não se consegue entender, quando não é racional.
Espero que sejas feliz por aqui e que possas fazer boas amizades.
Gostei muito do que por aqui li, e por isso já criei um link no meu blog para não te perder neste enorme mundo da blogosfera, e também para encurtar caminho para chegar até cá.
Espero que não te importes.
felicidades para este teu cantinho.
Bjos.

Desconhecida disse...

Caramba, há coisas que me espantam...este teu Post é assustador. E sabes porquê? Porque também eu já me fiz todas estas perguntas, todos estes pensamentos e mais assustador ainda porque vejo que afinal há mais pessoas a fugir sem nada dizer, há mais pessoas a insistir no silêncio, a manter a distância, sem perceberem o quanto deixam outras a pensar desta maneira! Como disse num recente Post; como não pensar no que nos faz sofrer, se é o mesmo que um dia nos fez sorrir?

Magaly disse...

Sei muito bem o que seja um " silêncio " de uma pessoa amada. Será uma concordância? uma covardia? um " deixa prá lá?" realmente ficamos numa luta quase que sozinhos. Respostas a tudo se tem, mas não se recebe nem um "sim" nem um "não" e assim permanecemos nesses solhos lindos qeu nos faz aumentar cada vez mais esperanças. Vou prosseguir já que não recebi nenhum "basta " nenhum " ponto final " mas não consigo entender o porquê desse silêncio todo. Gostaria qeu alguém me explicasse por que às vezes as pessoas preferem se calar diante de um sentimento tão lindo e promissor a dizer logo tudo que pensa e deseja.
O silêncio é uma faca de dois gumes. Ficamos sem saber se paramos ou prosseguimos. Mas vou continuar, vou continar a ama mesmo sem respostas "faladas " mas com respostas transmitidas por atos.
Não sei se isso é ilusão, mas espero qeu um dia eu consiga a definição desse "silêncio" tão duro para o meu coraçaõ.
Amar é ser amado é um princípio muito bom para o ser humano.
E como tal deve ser colcado para fora para o bem de todos, de tudo e do mundo que precisa tanto de amor, amor a pessoa amada, amor ao próximo amor ao mundo.
Amo, sempre amarei mas confesso qeu esse amor que estou vivendo ainda está em um grande " silêncio"
Paz.