quarta-feira, setembro 21, 2005

Até quando?


Amor,

cada minuto que passa sou bombardeada com um turbilhão de pensamentos, muitos deles contraditórios.

Hoje consigo entender muita coisa que ontem era incógnita para mim....

Cada vez que penso em tudo o que se passou sinto sensações diferentes...

Enfim, o mistério já se desvendou e já tanta coisa se passou na minha cabeça!

Compreendo que estás a sofrer, ou melhor, estamos os dois a sofrer.

Percebo claramente que estás a tomar uma decisão contra ti próprio, contra os teus sentimentos e contra a tua vontade. Sinto que ainda me queres e que te questionas se poderias ser feliz comigo. Eu não tenho dúvidas...

Neste momento, pretendo ficar do teu lado e apoiar-te até quando tu me permitires!!!! Interpreto a tua ausência de resposta a muitas questões minhas como um “não sei o que te responder”!!! estarei certa?

Não interessa, o que realmente me interessa é que os meus sentimentos por ti não alteraram, nem vão acabar de um dia para o outro!
Não consigo imaginar a minha vida sem o teu carinho, é muito difícil viver sem ti. Se permitisses iria até ao fim do mundo, só para te fazer feliz....
Enquanto o permitires, vou continuar a sentir-me livre para partilhar contigo o que sinto mas acima de tudo quero que sintas o meu apoio e a minha amizade.
Enquanto tiver forças e coragem para isso, enquanto não sentir em ti um sentimento diferente por mim, é isso que farei.
E faço-o sabendo, à partida, que vou continuar a receber de ti um silêncio ensurdecedor, mas a minha capacidade de compreensão será, concerteza, superior à tua atitude.

Só assim terei a consciência de que fiz TUDO o que está ao meu alcance para não ser eu a responsável pelo nosso desfecho. Sinto que ainda é cedo para começar a criar as minhas defesas para te tentar esquecer. Hoje não é isso que quero, pelo contrário, tenho-te cada vez mais no meu pensamento e SEMPRE no meu coração.

Morro de saudades tuas, dos teus beijos e daquele abraço apertado que só tu sabes dar....
Não sei como viver sem ti mas para já vou aguentando, em nome de uma grande amizade e de um imenso amor que sinto por ti.

Podes contar comigo para o que “der e vier”....

....adoro-te....

4 comentários:

Anónimo disse...

É lindo esse teu amor!
Se achas que essa é a melhor atitude, vai em frente.... e boa sorte!!!
Beijokas
Kalimera

Visible Silence disse...

"Só assim terei a consciência de que fiz TUDO o que está ao meu alcance para não ser eu a responsável pelo nosso desfecho."
Tudo vale a pena quando se ama... lutar até à exaustão pela certeza de um querer...
Bonitas palavras.
Espero as tuas palavras no meu cantinho...
Bom fim-de-semana

Å®t_Øf_£övë disse...

Porquê?,
Consegues entender que ele tome decisões contra os seus próprios sentimentos e vontade?
Normalmente quando isso acontece não acaba bem, é apenas o adiar do inevitável.
Por vezes a ausência de respostas significa apenas uma tentativa de se fugir do inevitável, por não se ter coragem de enfrentar a verdade da qual se pretende fugir.
Vai até ao fim do mundo, não cries defesas... enquanto há amor de ambos os lados, e se tens a certeza disso, luta até ao fim, e no final vais ver que valeu a pena.
Pelo menos é como dizes, ficas com a consciência de que fizeste tudo que estava ao teu alcance.
Quando se ama e se é correspondido NUNCA se desiste... NUNCA.
Boa semana.
Beijos.

Desconhecida disse...

Por vezes é assim mesmo, temos de fazer o que não queremos, mas o que achamos que está certo!