terça-feira, outubro 25, 2005

À minha melhor AMIGA

Querida amiga,

Se não nos tivesses deixado, inesperadamente, há 8 anos, completarias hoje 37 anos....

Gostaria hoje de te prestar uma simbólica homenagem, de que és muito merecedora!

É verdade, já passaram 8 anos, mas a tua presença acompanha-me diariamente.
O teu sorriso constante, a tua boa disposição, a tua alegria de viver contagiaram-me e fizeram de mim grande parte do que sou hoje. Uma parte de ti vive em mim, e isso deixa-me feliz. As tuas marcas não me deixam esquecer-te...

Éramos as maiores amigas....

....Mas hoje tu continuas a ser a minha melhor amiga, aquela que me conhecia por dentro e por fora, que ao mínimo som da minha voz já sabia se eu estava bem ou mal, aquela que me animava nos momentos mais difíceis e que me alegrava nos momentos de diversão....

Mas quis o destino pôr-me à prova e fazer com que eu suportasse a dor e a agonia de viver sem a tua presença....Será egoísmo da minha parte não querer aceitar que tu partisses?
Não sei... sei que passei por momentos insuportáveis mas nesses momentos descobri novos amigos....Recebi apoio de muitas pessoas que não estava à espera mas também me desiludi com outras pessoas....É assim a vida!

Tu ensinaste-me uma grande lição, ensinaste-me a saborear um dia de cada vez, ensinaste-me a desejar estar sempre bem com toda a gente, sorrir ao despedir-me...
Jamais me esquecerei das nossas últimas palavras, da nossa despedida, do último dia que estivémos juntas...Tudo ficou gravado no meu coração e nada nem ninguém irá apagar essa feliz memória....

Eu sei que tu sabes que penso muito em ti e que tu fazes parte das minhas orações.
Eu sinto que, estejas onde estiveres, estás a olhar por mim e a fazer tudo o que está ao teu alcance para que eu seja feliz...
Quando olho para o céu e vejo o teu sorriso no cintilar “daquela” estrela, sei que és tu a iluminar o meu caminho....
Obrigada querida amiga!

Eu continuo a não deixar que se esqueçam de ti!

7 comentários:

pensamentos disse...

Mais um beijo sem palavras...

Lis57 disse...

Dificil comentar este teu hino à verdadeira amizade.
A dor de se perder alguém que nos é querido é insuportável.
Várias vezes já senti essa dor e quanto mais o tempo passa mais lembramos quem perdemos.
Também como tu gosto de olhar as estrelas e pensar....pensar muito.

Um beijo

Carlinha disse...

Muito bonito, mas nem tenho palavras para comentar.
Deixo apenas 1 beijo

terragel disse...

PORQUE? lindo o teu ensaio sobre uma verdadeira amizade, sei que é difícil esquecer pessoas que amamos e que já se foram, mas é necessário. De qualquer maneira Parabens por ser uma ótima amiga.
Um bom final de semana.

Å®t_Øf_£övë disse...

Porquê?,
O que aqui escreveste é um verdadeiro Manifesto do que é a Amizade... a Amizade pura.
Não nos podemos esquecer que a vida não é nada mais do que uma viagem, e que infelizmente alguns dos nossos amigos vão por vezes ficando pelo caminho, e isso irá deixar-nos orfãos do seu carinho, amizade, e companhia insubstituivel.
Mas esta é a nossa dura realidade e há que saber viver e conviver com ela.
Bom resto de semana.
Beijos.

pipetobacco disse...

{ ... quando nos ( a todos ) compreendermos não somos “alguém” somos “pessoa de merecimento” © biquinha ... }

Visible Silence disse...

Quando a amizade é assim sentida é para sempre...
São poucos os verdadeiros amigos... aqueles que de facto nos querem bem... sem nada nos pedir ou querer em troca... que são amigos porque sim... sem nenhuma outra intenção, somente o verdadeiro sentimento...
Nunca a esquecerás e a sua amizade nunca a perderás... porque a verdadeira amizade é para sempre... nem a própria morte lhe põe fim...
Mil beijinhos